U've Got Mail

Este é o blog oficial da equipa da Say U. Nele partilhamos trends, pensamentos e afins sobre aquilo que melhor sabemos fazer: identificar as ferramentas mais eficientes e eficazes para a comunicação dos nossos clientes.


Leave a comment

4 jovens portugueses na mira do The Washington Post

greenAliar duas realidades antagónicas era o desafio de João Igor, Gonçalo Cabrita, Liliana Marques e Eduardo Esteves quando decidiram criar a CoolFarm. O projeto que tem por objetivo o desenvolvimento de produtos tecnológicos em benefício do sector agricola, levou-os a vencer o Prémio Jovem Empreendedor e integrar o evento “Feeding the future” organizado pelo The Washington Post. Mais do que aliar a inteligência artificial a processos tradicionais, permitindo a otimização do sector, a equipa pretende contribuir de forma positiva para a produção de grandes quantidades de alimentos na luta contra a fome.

Advertisements


Leave a comment

Todos os fundamentos e alguns truques secretos do remarketing

Sem título

Quando queremos adquirir um produto online consideramos múltiplas hipóteses para o efeito. Por vezes acontece não encontrar o que se pretende no primeiro site que se visita mas no seguinte, como se de um passo de mágica se tratasse, aparece uma companha extraordinária para o produto que pretendemos adquirir. Usando uma estratégia que se suporta de um código de rastreio, as organizações conseguem armazenar informação em forma de “cookie” no computador do visitante e, posteriormente, usar essa informação para realizar campanhas direcionadas. Com esta ferramenta torna-se possível  levar à ação até 96% dos utilizadores que acedem a informação sobre a nossa oferta online.


Leave a comment

MAKSEN: SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS POTENCIAM A EFICIÊNCIA

A Maksen lança a oferta Technology Efficiency centrada em potenciar a inovação e o crescimento do negócio dos seus Clientes. A solução desenvolvida encontra-se associada a uma redução de custos que pode ascender a 25% no prazo de um ano.

 

Lisboa, 15 dezembro 2014 – A oferta Technology Efficiency lançada pela Maksen integra um conjunto de competências que visam apoiar os seus clientes na concretização de estratégias de gestão e inovação. Os projetos desenvolvidos demonstram o value for money deste tipo de solução, entre os quais se contam a redução imediata do número de sistemas em 15% a 30% e a redução imediata de 2% a 10% dos custos OPEX e CAPEX, que podem ascender a 25% num prazo de 12 meses.

Para Rui PRuiPedroVazedro Vaz, Maksen Portugal Partner, “numa realidade económica que obriga a constrangimentos orçamentais nas organizações, focámos a nossa atuação em apoiar os nossos clientes na gestão mais eficiente dos seus recursos e em potenciar a sua capacidade de desenvolver iniciativas que agilizem processos de negócio e capacidade analítica. Acreditamos que os vencedores deste ciclo económico serão as empresas que façam mais e melhor com menos, sendo a tecnologia um elemento determinante para a implementação das respetivas estratégias. Nunca como agora conceitos como flexibilidade, time2market, mobilidade ou globalidade apresentaram uma tão grande correlação entre negócio e tecnologia”.

Num mercado cada vez mais globalizado e competitivo, em que as organizações colocam uma pressão acrescida em objetivos de crescimento e sofisticação da sua oferta comercial, a metodologia proprietária da Maksen é constituída por um conjunto de modelos pré-definidos e experimentados em contextos empresariais diversos, que apresentam elevados níveis de flexibilidade e de parametrização às especificidades de cada organização.

A aplicação desta abordagem permite concretizar a quantificação e otimização da estrutura de OPEX e CAPEX por ativo e a classificação do potencial/planeamento de descontinuação de cada aplicação e respetiva infraestrutura. Adicionalmente, em termos de otimização de estruturas de OPEX e CAPEX, promove-se um maior foco na inovação tecnológica, em resultado de se obter simplificação, flexibilização e escalabilidade da arquitetura aplicacional e respetivas infraestruturas, por via da sua consolidação, normalização e integração, e a reafectação para iniciativas de inovação de ativos humanos, tecnológicos e financeiros anteriormente alocados, maioritariamente, a atividades de operação e manutenção.

A área de tecnologia da Maksen representa, aproximadamente, metade da operação global da consultora e assume perspetivas de crescimento de “2 dígitos” em todas as geografias e setores de atividade onde a Maksen se encontra atualmente presente. Este é um crescimento alavancado numa estratégia comum, ainda que adequada, na sua concretização, à realidade específica de cada mercado e setor, e que se suporta numa aposta clara nas competências e experiência mais relevantes da consultora, nomeadamente vertentes de estratégia e governance, desenvolvimento e integração, e business intelligence/analytics.

 

Sobre a Maksen:

A Maksen foi criada em 2003 com o objetivo de prestar serviços de consultoria estratégica e de negócio, de sistemas de informação e de engenharia/redes de comunicações, apostando nos mais elevados níveis de rigor, profissionalismo, inovação e qualidade. Com uma crescente presença internacional, desenvolve hoje projetos nos diversos continentes do globo, centrando a sua atividade na prestação de serviços de consultoria em quatro grandes áreas: estratégia empresarial e de negócio; organização, processos e análises económico-financeiras; sistemas e tecnologias de informação; engenharia e redes de comunicações. Informações adicionais em http://www.maksen.com


Leave a comment

KCS IT DESAFIA PROFISSIONAIS NO SECTOR DE TI

Desenvolvendo a sua atividade na gestão especializada de projetos, a KCS IT afasta-se do cenário de retração do mercado e continua a recrutar para a sua equipa de consultores. A complexidade dos projetos desenvolvidos e o elevado output exigido em cada projeto tornam a oferta de profissionais reduzida nesta tipologia de recrutamento.

 Logo_KCS ITLisboa, 12 de maio de 2014 – Com o core da sua atividade centrada na gestão de projetos, a KCS IT faz da sua equipa de consultores e do recrutamento e formação de profissionais um fator essencial para a diferenciação no mercado. A exigência técnica dos projetos desenvolvidos resultam, porém, na escassez da oferta de consultores para as funções a desempenhar.

Para Vanessa Barreira, Diretora Executiva da KCS IT, “recrutar os melhores profissionais é um dos nossos desafios diários. Preocupamo-nos claramente em ter os melhores connosco, as pessoas com melhor qualidade e capacidade técnica. Uma necessidade de procura constante à qual se alia a capacidade de proporcionar ferramentas de formação interna e uma real e verdadeira evolução de carreira a cada pessoa. Mas a especialização requerida nos projetos que desenvolvemos e o elevado nível do output proposto dificultam este processo de seleção”.

Num momento em que o mote para as organizações no mercado parece ser o da instabilidade, a KCS IT pretende recrutar até ao final do ano mais 25 engenheiros. Profissionais com perfis de Gestor de Projeto, Arquitetos Java, Consultores Seniores de Java e .Net, assim como sangue novo a integrar uma estrutura que continua a crescer de forma saudável e segura para projetos nacionais ou internacionais.

A KCS IT  conta, atualmente, com mais de 100 consultores em diferentes sectores. Uma equipa de consultores que desenvolve a sua atividade em três áreas de atuação: Outsourcing – disponibilizando consultores num regime de time materials, Consultoria estratégica – projetos fechados, e Formação – KCS IT Training Academy.

O esforço desenvolvido pela KCS IT na criação de uma equipa de referência no sector tem também expressão na aposta na contínua valorização do grupo de trabalho da consultora, como forma de gerar mais competitividade e conferir valor acrescentado aos serviços e soluções disponibilizadas. A importância deste vetor fica patente na inserção da consultora – enquanto parte do Grupo HIQ, em rankings nacionais, de que é exemplo a iniciativa “Melhores Empresas para Trabalhar”.

O objetivo da KCS IT passa por levar às organizações com as quais desenvolve a sua atividade as boas práticas da gestão de projetos e o know-how tecnológico associado à complexidade e exigência dos projetos na área de TI. Contextualizando,  a intenção da consultora centra-se em acrescentar valor na corrente  de Sistemas de Informação dos seus clientes, potenciando a existência de uma corrente projetizada e, consequentemente, mais eficiente do ponto de vista de gestão de custos e de melhoria de impacto nos resultados.