U've Got Mail

Este é o blog oficial da equipa da Say U. Nele partilhamos trends, pensamentos e afins sobre aquilo que melhor sabemos fazer: identificar as ferramentas mais eficientes e eficazes para a comunicação dos nossos clientes.


Leave a comment

KELLY SERVICES: SALÁRIO E PROGRESSÃO NA CARREIRA EM SEGUNDO PLANO PARA OS PROFISSIONAIS PORTUGUESES

Adquirir novas competências, conseguir equilibrar a vida profissional e pessoal e o compromisso social podem ser mais importantes que um salário mais elevado e a oportunidade de progressão na carreira, de acordo com os resultados do estudo Kelly Global Workforce Index. É entre os profissionais em Portugal que algumas destas preocupações mais se fazem sentir.

Logo_Kelly ServicesLisboa, 19 de janeiro de 2015 – Muitos profissionais parecem estar dispostos a abdicar de salários mais elevados e da oportunidade de ascensão na carreira face à oportunidade para adquirir novas competências, melhorar o equilíbrio entre vida pessoal e profissional e até a hipótese de realizarem funções com um compromisso social, de acordo com o estudo Kelly Global Workforce Index da Kelly Services.

Na Europa, em que mais de metade (57%) dos profissionais afirma que poderiam sacrificar melhorias salariais ou a progressão na carreira pela oportunidade de aprender novas competências, é em Portugal (72%) que se verifica o valor mais elevado nesta questão.

Melhorar o equilíbrio entre a função e a vida pessoal é também importante para os profissionais e existe um grupo considerável que se sente atraído por um trabalho com uma dimensão social. Em ambos os casos, é também em Portugal que estes aspetos são mais valorizados no contexto europeu.

Segundo Afonso Carvalho, Diretor Geral da Kelly Services Portugal, “torna-se notório nestes resultados que as organizações mais atrativas são aquelas que oferecem mais que salários e benefícios competitivos. Oferecem a oportunidade para desenvolver competências e para o profissional evoluir no desempenho das suas funções. Apesar de o salário constituir ainda um importante elemento no recrutamento e retenção de profissionais, estes valorizam de forma clara o seu crescimento em termos profissionais e a relação desta vertente com o seu tempo e relações pessoais”.

O Kelly Global Workforce Index (KGWI) é um estudo de caráter anual conduzido pela Kelly Services sobre o emprego e o ambiente de trabalho. Responderam ao inquérito para a edição deste ano do estudo 13.000 profissionais em Portugal, num total de quase 230.000 profissionais em 31 países.


Leave a comment

Português à Antiga

Conservando e exaltando a sua História, Lisboa torna-se num  ponto de passagem obrigatória rico em tradições e costumes.

#Luxúria

559077_467811099956864_76932044_n

Noutros tempos, a Feira Popular fazia as delícias de miúdos e graúdos, tratando-se de uma atração alfacinha repleta de magia, principalmente em alturas festivas. A Feira popular promete voltas e voltas de diversão, com família ou com amigos, será sempre um bom ponto de encontro com a tradição.

#Preguiça

Miradouro Lisboa - Papel de Parede

Entre a vida boémia do Bairro Alto e o cosmopolita do Chiado, muitas foram as histórias que ficaram e tantas outras que se criaram. O comércio, a restauração e a cultura dão vida às belas ruas de calçada portuguesa.

“A melhor maneira de conhecer a cidade é percorrê-la a pé”,  defende a agência de Animação Turística Lisbon Spirit, disponibilizando Walking Tours de 3 a 4 km, bastante acessíveis. Atreva-se a ser um turista na capital e apaixone-se um pouco mais.

#Gula

228053

A gastronomia  tradicional portuguesa é inconfundível. Trata-se de um conjunto de saberes transmitidos de geração em geração com o desafio de manter, numa sociedade contemporânea, a tradição, o uso e os costumes de antigamente. Aliando o paladar à cultura, a Severa, convida-o a experimentar a combinação perfeita do nosso património nacional, conhecido além fronteiras.

#Vaidade

anel-onix-1

A J.M. Baptista é um espaço dedicado a jóias e pratas primordialmente portuguesas, cuja história se inicia há três gerações. O estabelecimento destaca-se no meio da ourivesaria em Portugal, tornando-se num importante centro de compra e venda de jóias e pratas.

 


Leave a comment

BASTONÁRIO COLOCA AUDITORES NO CENTRO DA CONFIANÇA

Na cerimónia em que tomou posse como Bastonário da OROC, José Azevedo Rodrigues salientou a necessidade de assegurar a crescente relevância do exercício profissional dos revisores oficiais de contas em prol de uma cultura de rigor e de confiança e da defesa do interesse público, num contexto que configura um ambiente de risco ditado pelos efeitos da crise e pelo desafio de atrair talentos para a profissão.

Lisboa, 16 de janeiro de 2015 – O exercício da auditoria como fundamento para a conquista de confiança foi central à mensagem de José Azevedo Rodrigues, que hoje tomou posse como Bastonário da Ordem dos Revisores Oficiais de Contas (OROC) para o seu segundo mandato no cargo. A cerimónia pública contou com a intervenção de Maria Luís Albuquerque, Ministra de Estado e das Finanças.

JoséAzevedoRodriguesDe acordo com José Azevedo Rodrigues, Bastonário da Ordem dos Revisores Oficiais de Contas para o próximo triénio, “não obstante as circunstâncias e condicionantes difíceis nas quais os revisores oficiais de contas exercem a sua função, a OROC persiste no desígnio fundamental de garantir o nível de exigência nas práticas e atitudes dos profissionais do sector, no sentido de assegurar a confiança no desempenho das suas funções.”

Uma ideia repetida por Maria Luís Albuquerque, ao afirmar que sem a correta aplicação das normas  não existe confiança nos mercados, com o papel dos auditores a ser incontornável numa economia que quer ser competitiva. Reconhecendo o contexto difícil em que se inicia o mandato do atual Bastonário, Maria Luís Albuquerque garantiu ainda saber que os revisores oficiais de contas vão estar à altura dos desafios.

As condicionantes atualmente vividas apresentam obstáculos à profissão diretamente relacionadas com o impacto da crise sobre a economia real, afetando o nível de atividade empresarial e conduzindo a uma competição baseada nos preços no mercado da auditoria.

Uma questão à que se juntam os procedimentos de contratação pública baseada exclusivamente no critério de escolha pelo “preço mais baixo” e a fixação de preços administrativos sem atender ao nível de exigência de recursos necessários para a execução de um serviço de auditoria de qualidade.

A esta realidade somam-se questões relacionadas com a legislação em torno da atividade, aguardando-se a aprovação e publicação de novos Estatutos que constituirão uma ferramenta fundamental para abordar questões como o incremento da cooperação internacional ou a abertura ao acesso de jovens licenciados, independentemente da sua formação universitária de base.

O Regulamento Europeu de Auditoria e a Diretiva de Auditoria, aprovados pelo Parlamento Europeu em maio de 2014 e devendo o primeiro ser adotado e a segunda transposta para o ordenamento jurídico nacional até junho de 2016, são outro dos desafios a que a profissão é chamada. A transposição deverá servir de mote para melhorar a consistência entre os vários instrumentos de regulamentação da intervenção dos revisores, clarificando a sua missão, áreas de ação e responsabilidades.

Esta ideia de melhoria da organização dos revisores e das sociedades de revisores e das suas práticas profissionais foi encontrar eco no sistema de controlo de qualidade instituído pela OROC, um instrumento essencial para a melhoria da profissão. O Bastonário manifesta a sua convicção de que a par das exigências que são impostas aos membros da Ordem, a independência, a competência e o saber serão os pilares da atuação futura da supervisão da auditoria em Portugal. Uma atuação que, assim, contribuirá positivamente para a renovação cultural e comportamental subjacente ao ambiente de mudança global atual, valorizando o papel da auditoria como função de interesse público.


Leave a comment

Revisores: Maria Luís Albuquerque preside à tomada de posse do Bastonário

OROC; ROCLisboa, 15/01/2015A Ministra de Estado e das Finanças, Maria Luís Albuquerque, preside à Cerimónia de Tomada de Posse do Bastonário da Ordem dos Revisores Oficiais de Contas, José Azevedo Rodrigues, e demais membros dos Órgãos Sociais, eleitos para o triénio 2015-2017. Este evento vai ter lugar no Salão Nobre da Ordem, em Lisboa, no dia 16 de Janeiro pelas 11h30.

De acordo com o Dr. José Azevedo Rodrigues, Bastonário da OROC, “atravessamos um período particularmente difícil, com fortes tensões sociais, com elevado peso da tributação, com um mercado financeiro que gera grandes desconfianças, com empresas em dificuldades, o que afeta substancialmente o exercício da atividade profissional de auditoria, suscitando dúvidas sobre a sua credibilidade, pelo que não poderemos descurar a manutenção de elevados padrões de qualidade em todos os serviços por nós prestados. A Ordem considera fundamental a sua atuação exigente nos domínios da formação profissional, do acesso à profissão e no processo de Controlo de Qualidade”.

Se no seu primeiro mandato o Bastonário fez do grau de excelência na profissão de revisor de contas a bandeira da sua actuação, no triénio que agora tem início, poderá esperar-se da Ordem dos Revisores Oficiais de Contas um posicionamento centrado na defesa de valores indiscutíveis de Competência, Integridade e Rigor, que contribuirão para o reconhecimento e sustentabilidade da profissão, para o crescimento e para a confiança dos diversos agentes de mercado.


Leave a comment

Três jovens portugueses de sucesso na mira da “Forbes”

file0001359752330

Cristiano Ronaldo, Maria Nunes Pereira e Vhils são os portugueses que fazem parte de uma seleção de jovens talentosos eleitos pela revista norte-americana. Cristiano Ronaldo, na categoria de desporto, é considerado um dos melhores futebolistas de todos os tempos. Maria Nunes Pereira, na categoria de investigação,  é destacada pelo “Cuidados de Saúde” através do desenvolvimento de um adesivo que permite recuperar dos problemas cardiovasculares. Vhils, na categoria de arte, é reconhecido como sendo um dos mais prestigiados “graffiters” ao nível internacional.


Leave a comment

MAKSEN É PELA 5ª VEZ A MELHOR EMPRESA PARA JOVENS

A Maksen é pela 5ª vez a Melhor Empresa para Jovens na iniciativa Great Place To Work. O reconhecimento premeia uma cultura que privilegia a oportunidade de desenvolvimento e a motivação dos profissionais, no sentido de captar consultores promissores e de os capacitar para uma evolução contínua de carreira em projetos de referência e de dimensão internacional.

Lisboa, 12 de janeiro de 2015 – A Maksen foi distinguida, pela 5ª vez, como “Melhor Empresa Para Jovens” pelo Great Place To Work Institute. O reconhecimento premeia as boas práticas da consultora multinacional, sustentadas num conjunto de processos destinado a atrair jovens profissionais e a criar um ambiente em que a motivação e a proximidade se aliam à evolução de competências e ao elevado nível de qualidade nos projetos desenvolvidos.

A estratégia é explicada pela ligação entre o sucesso da organização e as ‘pessoas’ que a compõem, com uma média de idades de 29/30 anos, na forma como estas vivem e incorporam os valores da organização no relacionamento com colegas e no desempenho do trabalho que realizam para clientes.

AntónioLagartixoPara António Lagartixo, Maksen Global Managing Partner, “o facto de a Maksen ter vindo a ser sucessivamente reconhecida como uma empresa de referência para jovens é indissociável de um esforço centrado em criar condições de excelência para um profissional que ambicione encontrar-se integrado numa organização que não apenas reconhece o seu trabalho como lhe disponibiliza a oportunidade para evoluir permanentemente. A elevada qualidade dos projetos que realizamos, a natureza dos clientes com quem trabalhamos e a dimensão internacional da Maksen, aliada a uma série de outros fatores, cria as oportunidades para que cada profissional concretize as suas reais potencialidades“.

O primeiro passo na criação deste ambiente de excelência para jovens prende-se com a identificação e o recrutamento de pessoas com o perfil adequado à cultura, rigor e exigência da consultora, que se reconheçam nos valores da firma (Compromisso, Determinação, Inovação, Integridade, Rigor e One Firm) e no seu lema “Have fun@work”.

Para os colaboradores selecionados no âmbito do processo de recrutamento anual, o acolhimento e integração envolvem um conjunto de iniciativas com vista a facilitar a sua adaptação à firma e conta com o programa intensivo de formação/integração dirigido aos novos colaboradores recém-graduados, intitulado “Get Ready”.

Tendo em consideração que a grande maioria dos novos colaboradores que integram o Programa está a ter a sua primeira experiência profissional, este reveste-se de uma enorme importância, não só pela vertente de integração na firma, mas essencialmente porque “mergulha” os novos consultores naquilo que é a atividade de consultoria e os seus desafios.

A entrada direta para os quadros traduz um forte e imediato compromisso com os novos colaboradores e um esforço para responder às suas expectativas de segurança profissional. O percurso de carreira está definido e é partilhado logo desde a fase de recrutamento, com destaque para o papel da meritocracia na evolução e gestão da carreira dos colaboradores.

A oportunidade de evolução profissional conquista espaço na variedade de projetos desenvolvidos, permitindo o desempenho de uma maior diversidade de funções, contribuindo desta forma para o enriquecimento do CV de cada profissional e para uma maior satisfação pessoal. A participação em ações de formação – na Maksen, o programa de formação tem a designação própria de “Maksen Training School”, a participação em conferências, seminários e outros eventos de especialidade e networking e a integração em equipas com elementos mais experientes acrescenta outra dimensão à possibilidade de evolução oferecida.

A relação da Maksen com os seus profissionais culmina na sua valorização. Internamente, este reconhecimento acontece desde o momento da admissão dos consultores, encorajados a assumirem responsabilidade nos projetos, ganhando autonomia e maturidade, e tem continuidade numa filosofia de progressão e promoção contínua dos seus colaboradores, que podem aspirar a chegar ao topo da hierarquia dentro da organização e tornarem-se Partners da Maksen.

A relação entre consultora e consultores é ainda definida pela motivação para ouvir as ideias e opiniões de todos os elementos das equipas, mesmo dos mais novos, numa cultura que valoriza a criação de oportunidades de partilha de informação e de um espaço de discussão de ideias.

Estes distintos elementos conjugam-se na criação de uma envolvente única e que tem vindo a possibilitar o efeito word of mouth, com candidatos a confessarem terem “ouvido falar” do ambiente de trabalho existente na Maksen, através de amigos, ex-colegas e familiares, sendo esta uma das razões apontadas para se terem candidatado ao processo de recrutamento na organização.

Sobre a Maksen:

A Maksen foi criada em 2003 com o objetivo de prestar serviços de consultoria estratégica e de negócio, de sistemas de informação e de engenharia/redes de comunicações, apostando nos mais elevados níveis de rigor, profissionalismo, inovação e qualidade. Com uma crescente presença internacional, desenvolve hoje projetos nos diversos continentes do globo, centrando a sua atividade na prestação de serviços de consultoria em quatro grandes áreas: estratégia empresarial e de negócio; organização, processos e análises económico-financeiras; sistemas e tecnologias de informação; engenharia e redes de comunicações. Informações adicionais em http://www.maksen.com


Leave a comment

Um rasgo de bem-estar

O início do ano poderá ser sinónimo de uma nova etapa na sua vida. A adoção de um estilo de vida mais saudável está presente no top de promessas para o novo ano, no entanto é também uma das mais difíceis de cumprir.

Seguem algumas dicas que o vão ajudar a colocar a saúde e bem-estar em primeiro plano.

#Vaidade

Acqua Spa

Recupere do cansaço de 2014 com uma massagem relaxante e elimine o reflexo das preocupações com um rejuvenescimento facial. Entregue-se a um tratamento corporal de tonificação e/ou redução de volume, depois de uma época própria de excessos. Tudo 100% natural e com 100% de certezas que sairá capaz de enfrentar o stress que o novo ano lhe trará. Poderá usufruir de todos estes cuidados exclusivos no Acqua City Lisboa.

#Preguiça

timthumb

Este ano a preguiça é um alvo a abater e chegou a hora de dar início à prática desportiva que tem vindo a adiar nos últimos anos.  Lisboa dá-lhe a oportunidade de praticar desporto sem ter a desculpa financeira, nomeadamente na zona ribeirinha com uma vista extraordinária para o Tejo. Poderá fazer caminhadas, corridas ou mesmo exercícios  de ginásio ao ar livre disponíveis em Belém junto ao Padrão dos Descobrimentos.

#Gula


caf_rest

O exercício físico aliado a uma boa alimentação são a chave para uma rotina saudável. No Restaurante Origem poderá combater os excessos com receitas equilibradas, compostas por produtos biológicos, apostando na origem do sabor dos alimentos e conquistando os paladares mais exigentes.

#Luxúria

file0001175599938

Em casa poderá ajustar as receitas às suas necessidades nutricionais, cozinhando pratos saudáveis e igualmente deliciosos. Com os workshops da Vida Saudável, terá acesso a pratos de fácil execução e do agrado de toda a família. Estes são gratuitos, promovidos e apoiados por várias empresas ligadas a hábitos saudáveis.